CoN





O universo dos Dark-Hunters é diferente de tudo que você já viu antes. É escuro. É desagradável. É perigoso...

E também é muito divertido e com muitas risadas.

Meu nome é Nick Gautier e essa é história da minha vida.

Primeiramente, acerte o nome. Se pronuncia Go-shay e não Go-tee-ay ou Goat-chay (esse tem um H extra nele e como a minha mãe diz nós somos tão pobres que não pudermos pagar por uma letra há mais). Eu não sou algum estilista extravagante francês. Eu sou apenas um garoto normal... bem, tão normal quanto alguém com uma mãe stripper e um pai criminoso de carreira pode ser.

Mas como minha mãe diz muitas vezes amigos são o que Deus nos deu para compensar a família na qual nós nascemos. E minha mãe, apesar de sua ocupação é uma senhora e eu brigarei com qualquer um que dizer o contrário. Então considere-se avisado. Ou você respeita Cherise Gautier ou aprenderá melhor.

Meu reino é o Bairro Francês e aqui eu reino como príncipe. Todo mundo me conhece e eu conheço todo mundo.

Agora, eu não estou indo mal para um garoto a qual a educação veio das vielas e travessas. Eu esfrego o chão na loja de bonecas e tenho alguns outros trabalhos inconfessáveis que minha mãe me mataria se soubesse deles. Eu até mesmo trabalho como guia nos passeios: "Mortos-Vivos de Nova Orleans". Todo mundo que visita o Bairro ou passeia ou esbarra com um desses passeios passando na rua. Você os conhece. "E nesse ponto algo assustador aconteceu" ou algum outro tipo de lixo desse gênero. Inferno, eu invento a maioria disso a cada noite apenas para não começar a ficar entendiado.

Eu quero dizer a sério, demônios? Lobisomens? Deuses e deusas nas ruas (além daqueles que são retratados nos carros alegóricos do Mardi Gras)? Vampiros? Quem acredita nessa merda?

O único sanguessugas que eu alguma vez já vi foram os advogados em seus ternos caros e os pernilongos de traseiro grande (se alguma vez você já esteve em Nova Orleans, então você sabe sobre o bombardeiros dos quais eu estou falando). Além disso, agora que Anne Rice se mudou da cidade, ela levou muito disso com ela. Nós somos uma zona livre de vampiros.

E então em uma noite, eu decidi que apesar de eu ter feito muitas coisas erradas na minha vida, eu não estava prestes a extorquir um casal de turistas não importando quanto dinheiro eles tivessem e eu não. Então ao invés de bater em alguns inocentes, os caras com quem eu andava bateram em mim.

Eles teriam me matado, também, se não fosse por esse cara misterioso que surgiu do do nada e os nocauteou tão rápido que tudo o que eu pude ver foi um borrão preto. A próxima coisa que eu sabia, eu sou uma parte de um mundo que eu nunca imaginei nem meus sonhos mais selvagens. E meus sonhos podem ser bastantes turbulentos.

Os Dark-Hunters, os chamam de Daimons, mas eu os chamo de assustadores pra caramba. Demônios chupadores de almas, eles são controlados por uma deusa impiedosa que esta aprisionada em um reino em que ela despreza. Agora é um jogo de gato-e-rato entre a deusa Apollymi e o Dark-Hunter Acheron.

O vencedor leva o mundo.

E eu estou inconvenientemente no meio dessa guerra. E nem comece a me falar sobre os zumbis que um dos meus amigos criou e o fato de que meu novo melhor amigo é um demônio... oh e não me deixe esquecer que eu estou sendo treinado pela própria Morte.

Confie em mim, mortos vivos não são coisa de amadores e não é nada de brincadeira com o paranormal. Todas as coisas assustadoras que colidem na noite são reais e você devia rezar para que nunca entre em contato com elas em suas verdadeiras formas. Elas existem e estão ao nosso redor. Desde o açougueiro e o padeiro em St. Anne, para a pequena velha senhora que faz bonecas na Royal, até o capitão do meu time de football que acontece de ser um lobisomem. De fato, o seu restaurante favorito poderia muito bem ser comandado por uma família inteira de lobos metamorfos. E quem saberia que a garota por quem eu tenho uma queda vem de uma longa família de pessoas que vigiam os caçadores de vampiros?

Como eu sei disso?

Não, eu não sou um dos mortos-vivos. Eu só trabalho para eles agora.

E eu amo cada minuto disso.



** Por favor notem que as Crônicas de Nick são uma série derivada dos livros Dark-Hunters. O conteúdo é classificado como Jovem-Adulto.




Nota para os fãs de Dark-Hunter de Sherri:

As Crônicas de Nick é o real e verdadeiro passado de Nick. Há uma surpresa enorme (várias na verdade) na série que eu não quero entregar, mas quando você ler, tudo o que você pensa que é inconsistente vai fazer perfeito sentido pra você. Mais do que isso, você irá entender exatamente o porque o Nick é da maneira como ele é e o porque ele continua a odiar Acheron da maneira como ele odeia.

A série de Nick existirá até que ela interaja com Night Pleasures e então Nick terá seu próprio livro no universo dos Dark-Hunters.

Lembre-se da única promessa que eu tento manter em cada livro: Apenas quando você pensa que sabe a verdade sobre um personagem ou um evento, você descobre que as coisas raramente são como aparentam. Nick é um desses personagens. Há muito mais em nosso pequeno Cajun que vocês podem encontrar. E é essa a razão que leva 14 livros para contar a estória dele.

Há muitos, muitos segredos que vocês aprenderão sobre muitos personagens, incluindo Cherise e especialmente Jaden e Jared... Apenas aguarde... vocês ainda não viram nada. :)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Simi odeia a palavra Não. Akri diz:
*Simi NÃO faça comentários ofensivos.
*Simi NÃO use palavrões.
*Simi NÃO deixe que ninguém descumpra essas regras.
*Simi NÃO faça churrasco da deusa-vaca...
*Simi NÃO isso...
*Simi NÃO aquilo...
Mas akri mandou... Então, Simi está de olho nos comentários e de molho de churrasco pronto... Tudo fica mais gostoso com molho de churrasco...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...